Google Ads: 8 Dicas para criar campanhas com mais resultados

Google Ads

O Google Ads, tal como as restantes ferramentas de Marketing Digital, exige esforço e dedicação para produzir resultados. Quanto mais se aplicar nas suas campanhas, maior será o retorno!

Já tem anúncios ativos ou pensa iniciar-se no Google Ads? Então, leia as dicas que partilhamos consigo e evite perder dinheiro.

 

1. Localização da campanha

O desempenho da sua campanha pode ter resultados diferentes mediante a localização selecionada. Por isso, recomendamos que ajuste o alcance dos anúncios a regiões, cidades ou países onde o seu público-alvo está mais ativo.

Outra sugestão é optar por anúncios locais em vez de nacionais. É melhor fazer 30 anúncios semelhantes no Google Ads, todos direcionados para “pessoas dentro da minha localização”, do que ter um único a nível nacional. O conteúdo será o mesmo em todos os anúncios, mas assim dará ao cliente a sensação de proximidade.

 

2. Palavras-chave da campanha

Há quatro regras de ouro para a seleção e utilização das palavras-chave das campanhas no Google Ads:

Não caia na tentação de incluir uma lista interminável de palavras-chave para um único grupo de anúncios. Em vez disso, crie vários grupos e atribua-lhes listas de palavras-chave diferentes e mais reduzidas;

  • Ao selecionar as palavras-chave, pense na intenção das pessoas quando pesquisam online, pois nem sempre estas conhecem os termos certos. Importa que as palavras-chave façam sentido, tanto para os potenciais clientes como para a área de negócio;

  • Inclua palavras-chave negativas para evitar que o site seja apresentado a utilizadores que pesquisam termos que não lhe interessam. Se as suas palavras-chave forem abrangentes, é ainda mais importante excluir termos não relacionados. Assim, evita perder dinheiro com cliques desnecessários;

  • As palavras-chave devem estar presentes nos títulos e no corpo dos anúncios do Google Ads, para aumentar a sua relevância.

 

3. Orçamento diário da campanha

Às vezes, o receio de investir “demais” leva-nos a definir um orçamento diário muito baixo. Nestes casos, o Google Ads vai exibir o anúncio poucas vezes e o retorno não será o esperado.

Para que os anúncios tenham mais visibilidade, o Google Ads alterou recentemente algumas regras. Ainda assim, arrisque um pouco no orçamento diário, até porque pode sempre controlar o valor total da campanha.

 

4. Campanhas do Google Ads para dispositivos móveis

As campanhas direcionadas para dispositivos móveis trazem mais resultados se o conteúdo estiver voltado para as oportunidades de momento. Por exemplo, no CTA, escreva “ligue agora” e inclua o seu contacto para facilitar a comunicação na hora.

Os clientes que veem uma informação no telemóvel ou tablet raramente voltam à mesma página quando chegam a casa. Não desperdice oportunidades para aumentar as suas taxas de conversão.

 

5. O conteúdo também é rei no Google Ads

Em Inbound Marketing, falamos muito da importância de um conteúdo de qualidade. Nas campanhas do Google Ads, a importância é a mesma! Os Search Engine Results Page estão cada vez mais exigentes, para responder efetivamente às pesquisas dos utilizadores.

Não interessa se tem muitas campanhas ativas no Google Ads ou se investe muito dinheiro nelas. Se os seus anúncios não respondem às necessidades de quem pesquisa online, a relevância será baixa e, consequentemente, a visibilidade também. Conheça o seu público-alvo e crie o conteúdo das suas campanhas a pensar nele!

 

6. O site deve dar continuidade aos anúncios da campanha

Se o Google Ads direciona os potenciais clientes para o seu site, então este deve estar preparado para os receber. Parece óbvio, mas é frequente vermos campanhas que não encontram eco nos sites para os quais direcionam os utilizadores. Assim, tenha em atenção o seguinte:

  • O conteúdo dos anúncios deve estar alinhado com o do site (as imagens também);

  • O CTA do anúncio deve estar destacado, para que as pessoas saibam qual o passo seguinte;

  • As landing pages devem ser muito simples, para não criar confusão. Evite, por exemplo, incluir mais do que um CTA.

Não deixe os seus potenciais clientes confusos em nenhum momento. Se o fizer, perderá oportunidades de gerar leads.

 

7. Os sitelinks nas campanhas do Google Ads

Os sitelinks dão a possibilidade de direcionar os utilizadores para diferentes páginas do site. São um extra. Por estarem incluídos num anúncio, não significa que o Google Ads os exiba sempre. Por isso, avalie frequentemente os seus resultados.

 

8. Testar as campanhas do Google Ads

Como em tudo o que se faz no Marketing Digital, testar os anúncios é fundamental. Nas campanhas de Google Ads, é a única forma de garantir que não está a investir dinheiro em vão. Ademais, permite-lhe direcionar o seu investimento para aquilo que funciona melhor. Teste consistentemente os seguintes elementos:

  • Título do anúncio;

  • URL curto ou longo;

  • Texto do anúncio;

  • Texto do CTA;

  • Extensões;

  • Dispositivos para os quais a campanha está direcionada (móveis ou não móveis);

  • Dias da semana e horários mais populares.

Uma dica: Experimente o Google Analytics para fazer a avaliação de desempenho das suas campanhas.

 

Quanto mais investir nos anúncios do Google Ads, maior relevância terão e mais qualificadas serão as suas leads. Por consequência, melhores resultados obterá a sua empresa.

Defina o público-alvo, trace objetivos e avalie as campanhas para garantir que o seu investimento traz retorno. Ah! E não se esqueça de recorrer ao Google Ads Editor para ser mais fácil trabalhar as campanhas.

 

Quer tenha ou não alguma campanha ativa no seu negócio, saiba que pode contar com a Link&Grow para potenciar os seus resultados digitais. Fale com os nossos especialistas e comece já a transformar os seus anúncios em vendas!