Facebook: Saiba quais as métricas que vão desaparecer!

Facebook

O Facebook está em permanente renovação. No nosso blog, já por diversas vezes referimos a importância de estar constantemente atualizado para alcançar bons resultados, quer orgânicos, quer através de campanhas no Facebook Ads.

Brevemente, haverá novas mudanças. A partir de julho, o Facebook eliminará mais de uma dezena de métricas que considera redundantes ou desatualizadas. O objetivo é permitir um maior enfoque no que realmente importa para os negócios dos utilizadores.

Saiba quais as métricas que deixarão de estar disponíveis no Gestor de Anúncios e quais as melhores alternativas por que pode optar.

 

11 Métricas que desaparecerão do Gestor de Anúncios do Facebook

 

1. Ações, Pessoas que Realizam Ações e Custo por Qualquer Ação

A variedade de ações que estas métricas incluem (do engagement aos cliques, passando pelas conversões) torna os resultados pouco precisos e difíceis de trabalhar. Como alternativa, o Facebook recomenda a otimização de uma métrica específica para o seu negócio, que reflita apenas as ações que potenciam as suas vendas.

 

2. Montante Gasto Hoje

Ao comparar os gastos de várias datas, obterá informação mais significativa acerca dos seus anúncios de Facebook do que olhando apenas para o montante gasto no próprio dia. Como tal, utilize o selecionador dinâmico de datas.

 

3. Cliques no Botão

Esta métrica refere-se ao número de vezes que os utilizadores clicam no CTA do seu anúncio. É um dado importante, mas pode ser recolhido através de outros indicadores, como Cliques por Link ou Respostas por Evento.

 

4. Percentagem do Tempo do Canvas

Esta métrica não tem sido usada com frequência pelos utilizadores do Facebook. Existem outros indicadores úteis para o efeito: Tempo de Visualização no Canvas ou Percentagem de Visualização de Canvas.

 

5. Cartão de Carrossel

As métricas referentes ao Cartão de Carrossel também não têm sido muito populares entre os utilizadores desta rede social, pelo que deixarão de existir. No entanto, ainda será possível aceder aos Cliques por Link e detalhar os resultados do indicador que desaparecerá.

 

6. Destino do Clique na Ligação

A partir de julho, poderá conhecer o número de cliques para determinadas ligações (como um site) fora de propriedades do Facebook através das seguintes métricas: Links Outbound e Visualizações de Landing Pages. Na sua comunicação oficial, o Facebook informou que irá continuar a estudar uma forma de conseguir obter esta informação com mais precisão.

 

7. Valor da Conversão de Ações na App Móvel

Esta métrica parte do valor que o utilizador atribui à app quando cria um evento no Facebook. Como alternativa para medir dados relacionados com a utilização de dispositivos móveis, recomenda-se o Valor da Conversão de Compras na App Móvel, cujos resultados são mais concretos.

 

8. Menções da Página e Custo por Menção da Página

Estas métricas não indicam se a menção é de caráter positivo ou negativo, pelo que não permitem uma avaliação real do desempenho da sua página de Facebook. O número de Likes da Página ou o Engagement da Página são métricas mais relevantes para medir a sua performance na rede social.

 

9. Visualizações de Separadores da Página e Custo por Visualização do Separador da Página

Também estas são métricas quantitativas e não qualitativas. Opte por recorrer ao número de Likes de Página ou ao Engagement da Página, bem mais esclarecedores em relação à sua performance.

 

10. Opinião Positiva e Opinião Negativa

O Facebook recomenda a métrica Classificação de Relevância, que recorre às opiniões positivas e negativas e, por isso, é a melhor forma de saber como é que a audiência está a reagir às suas campanhas.

 

11. Alcance Social, Impressões Sociais, Cliques Sociais (Todos) e Cliques Sociais Individuais (Todos)

As métricas sociais são consideradas redundantes. Isto porque não apresentam resultados significativamente diferentes daqueles que consegue obter recorrendo ao Alcance e às Impressões.

 

Para além desta renovação das métricas, o Facebook vai passar a catalogá-las. Assim, os utilizadores poderão identificar os indicadores baseados apenas em estimativas (que servem de orientação, mas cujos resultados são difíceis de conhecer com precisão) e os que ainda estão em desenvolvimento (métricas novas ou em fase de testes).

 

Aguardamos o seu comentário sobre as novas alterações nas métricas do Facebook. Na sua opinião, vêm ou não simplificar a estratégia digital do seu negócio?

Porque sabemos que, para ter uma página nas redes sociais, não basta publicar, fornecemos-lhe uma checklist com os tópicos indispensáveis à elaboração de um relatório de desempenho do Facebook.

Caso necessite de algum esclarecimento adicional sobre este ou outros temas relacionados com Marketing Digital, não hesite em contactar-nos.