Dispositivos móveis: Tudo sobre o novo algoritmo Google!

dispositivos-moveis.jpg

Os dispositivos móveis estão oficialmente na mira do Google. Desde ontem, 21 de abril de 2015, o Google está a mudar a forma como qualifica o ranking dos sites. Esta mudança baseia-se num só critério: a otimização dos sites, landing pages e blogs para dispositivos móveis.

Está preparado para esta alteração?

O Google anunciou que vai alterar o algoritmo no seu Webmaster Central Blog em fevereiro:

“A partir de 21 de Abril, iremos expandir o uso do conceito mobile-friendly para um fator determinante de ranking de pesquisa. Esta mudança irá abranger a pesquisa em dispositivos móveis em todas as línguas em todo o mundo e irá ter um impacto significativo nos nossos resultados de pesquisa. Consequentemente, os utilizadores irão achar mais fácil obter informação relevante e de grande qualidade adaptada aos seus dispositivos.”

Se o seu site não está otimizado para dispositivos móveis, provavelmente irá notar uma descida no ranking. Esta alteração tem sido apelidada por muitos analistas de Mobilegeddon. Parece ameaçador, mas existem soluções! Neste artigo, vamos apresentá-las, bem como algumas ferramentas facilitadoras, disponibilizadas pelo Google.

 

Teste a preparação do seu site para dispositivos móveis

 

Para além dos imaginativos doodles sazonais, o Google faz muitas outras coisas fantásticas. É o caso desta ferramenta grátis, que permite conhecer a preparação do seu site para dispositivos móveis e consequentes ações a tomar.

Colocando o endereço do seu site, terá acesso a uma rápida análise que determina se está preparado para dispositivos móveis. Se não estiver otimizado, para além de uma mensagem de erro, saberá quais os problemas a resolver.

Já fez o teste? Vamos avançar então!

 

Escolha o seu modelo de otimização para dispositivos móveis

 

Se os seus conteúdos não estão otimizados, é importante fazer alterações de acordo com o novo algoritmo. Até a melhor landing page verá uma descida no tráfego se não estiver otimizada para dispositivos móveis.

Para resolver esta situação, o Google reconhece 3 configurações diferentes como mobile-friendlyPoderá trabalhar o seu conteúdo em qualquer uma das seguintes opções:

 

  • Design responsivo

Este é o padrão preferido de design para o Google. Isto porque o design responsivo não cria duas cópias do mesmo site. Há apenas um url e o site adapta-se automaticamente, quer o acesso seja efetuado através de um smartphone ou de um computador.

 

  • Dynamic Serving (Difusão dinâmica)

À semelhança do design responsivo, o método de difusão dinâmica mantém o url, mas o HTML altera-se. Este método utiliza os chamados “superagentes” para fazer a deteção do tipo de dispositivo que está a aceder ao site. Depois, de forma dinâmica, expõe a visualização adequada.

Segundo o Google, este sistema está mais sujeito a erros técnicos. Ainda assim, é uma opção viável para se adaptar ao novo algoritmo.

 

  • Mobile Website

A criação de um site exclusivamente mobile é uma das primeiras versões desta otimização e cumpre os requisitos do Google. A cada chegada de um novo utilizador, esta configuração deteta o dispositivo em causa e redireciona-o para o site apropriado.

Este método não é tão recomendado como o design responsivo porque as empesas têm de manter duas versões do conteúdo e o Google tem de detetar essas mesmas duas versões.

 

Evite erros comuns com a lista do Google

 

A juntar à ferramenta de otimização para dispositivos móveis, o Google criou uma lista de erros comuns. Um exemplo? Vídeos flash e outros conteúdos impossíveis de ver e que tornam o site lento. Veja os restantes na lista aqui.

 

Questões frequentes sobre otimização para mobile

  1.  Não estou preparado para alterar o design do meu site. Tenho de o fazer já?

    Poderá não precisar de redesenhar completamente o seu site para obedecer aos novos requisitos do Google. O que precisa é de transferir o seu site atual, blog ou landing pages para uma plataforma mobile friendly.

  2. O meu site fica permanentemente penalizado se eu não fizer esta atualização agora?

    Não, poderá recuperar o seu posicionamento quando o fizer. Mas aconselhamos fazer esta atualização logo que possível, para não perder tráfego todos os dias até lá. De acordo com algumas estimativas, sites otimizados para dispositivos móveis triplicam as hipóteses de aumentar a taxa de conversão mobile.

  3. Que outros elementos devo considerar ao otimizar o meu site para dispositivos móveis?

    Assegure que o site carrega corretamente e que a fonte de escrita é suficientemente grande para dispositivos móveis. Nas landing pages, opte por formulários curtos e mais atrativos para preencher através de dispositivos móveis.

 

Apesar da tendência para tratar qualquer mudança de algoritmo do Google como um apocalipse, esta alteração é vantajosa para todos: profissionais de Marketing Digital e utilizadores. Preparar-se para todos os dispositivos irá evitar obstáculos durante as visitas ao seu site, facilitar as conversões e originar melhores resultados para a sua empresa.

Ainda assim, sabemos que as mudanças assustam. Se precisa de ajuda para atualizar o seu site, porque não começar com uma avaliação grátis? Teremos todo o gosto em tirar dúvidas e explicar mais detalhadamente as alterações que precisa de fazer.