Relacional

Newsletter: 10 Segredos para cativar os subscritores!

Desvendamos 10 segredos para criar uma newsletter eficaz e gerar uma base de subscritores interessados e ativos.

Os 7 erros mais comuns que as marcas cometem no Instagram!

8 Erros que as marcas cometem no Instagram

O Instagram deu às marcas a oportunidade de contarem as suas histórias através da imagem. A aplicação, comprada pelo Facebook, foi uma das redes sociais com maior e mais rápido crescimento em 2014. Atualmente, tem mais de 300 milhões de contas ativas.

O Instagram apresenta altas taxas de interação com os seus utilizadores. Todos os dias, metade dos usuários acede à aplicação e passa, em média, 21 minutos a utilizá-la. Naturalmente, as grandes marcas perceberam o seu potencial!

Segundo um estudo da Simply Measured, no final de 2014, 86% das marcas mais importantes no mercado tinham já uma conta no Instagram. Esta está a tornar-se a rede social nº 1 para empresas que procuram interagir mais com o seu público.

Se está a pensar aderir, é novo na plataforma ou precisa de dicas para conseguir melhores resultados, leia este artigo. Compilamos os 7 erros mais comuns e apresentamos sugestões para fazer bem! Assim, ficará um passo à frente na utilização do Instagram – ou, neste caso, 7 passos à frente.

Erro#1: Falta de uma estratégia orientada para objetivos

O Instagram é a rede social ideal para:

• Apresentar os seus produtos em situações da vida real;

• Mostrar o progresso de alguma coisa através de imagens. Por exemplo, a construção de um veículo ou os passos de uma receita;

• Responder a perguntas dos seus seguidores através de pequenos clips de vídeo.

No Instagram, as possibilidades são quase ilimitadas. Mas, como em tudo no Marketing Digital, primeiro há que ter objetivos e definir uma estratégia para alcançá-los. Cada peça de conteúdo publicado deve acrescentar valor e ajudá-lo a cumprir essas metas.

Veja o exemplo da Quest Nutrition. As publicações, para além de divertidas, são informativas e reforçam a identidade da marca.

Erro #2: Falta de foco na qualidade

Tão importante como uma estratégia orientada para objetivos é a qualidade dos seus conteúdos. Isto faz a diferença entre uma presença no Instagram bem-sucedida ou o esquecimento total.

Os utilizadores do Instagram percorrem normalmente uma coluna de fotografias, visualizando rapidamente as imagens e lendo as legendas na diagonal. Só abrandam quando algum conteúdo chama a sua atenção. Outras vezes, exploram conteúdos através de hashtags, até que uma foto ou vídeo se destaque. Quanto mais qualidade tiverem os seus conteúdos, maior probabilidade terá de fazer os utilizadores abrandar, parar e interagir consigo.

Conhece a conta de Instagram do Taco Bell? Dá vontade de analisar ao detalhe todas as publicações, de tão ricas que são!

Erro #3: Não publicar com regularidade

A frequência das publicações no Instagram é fundamental. Tente encontrar um meio-termo entre a quantidade e a qualidade, garantindo que uma não é sacrificada pela outra.

A consistência é fundamental. Se está a publicar 2 vezes por dia, mantenha esse ritmo. As marcas que variam muito a frequência com que publicam tendem a perder seguidores. Faça um calendário de publicações e respeite-o: os utilizadores do Instagram gostam de saber quando vai chegar novo conteúdo!

Um bom exemplo de consistência é a MAC Cosmetics.

Erro #4: Mau uso dos hashtags no Instagram

Como noutras redes sociais, no Instagram, os hashtags são importantes no processo de pesquisa. Marcas menos conhecidas ou com menos seguidores podem utilizar hashtags populares e relevantes para aumentar a visibilidade dos seus conteúdos.

Os hashtags também podem ajudar a construir a imagem da sua marca. Considere a criação e promoção de “hashtags de marca” como parte de uma estratégia digital mais consistente.

Quanto ao número ideal por publicação, um infográfico da QuickSprout indica que:

• Publicações com 11 ou mais hashtags têm perto de 80% de interação por cada mil seguidores;

• Publicações com 5 hashtags têm 43% de interação por cada mil seguidores;

• Publicações com 1 hashtag têm 29% de interação por cada mil seguidores.

O Instagram limita o número de hashtags a 30 por post. No que respeita à relevância, não abuse dos hashtags numa tentativa de aumentar a exposição, pois perderá credibilidade junto dos seus seguidores. Veja o exemplo da GoPro.

Erro #5: Compra de seguidores

A compra e venda de seguidores no Instagram é real. Mas a rede social está já a atuar, eliminando massivamente contas que o fazem. A forma mais eficiente de crescer (e com resultados sólidos a longo prazo) é publicar conteúdo bom e de forma regular. Conheça o exemplo da conta Instagram da Nike.

Erro #6: Falhas na interação com os seus seguidores

Conseguir seguidores é importante, mas mantê-los é ainda mais. Ter seguidores interessados hoje não significa tê-los amanhã. A forma como comunica e interage pode fazer a diferença nos resultados.

Nunca deixe os seus seguidores sem resposta e interaja com eles nos seus perfis. Também pode criar concursos de fotografia ou encorajar o uso de um “hashtag de marca”. O Instagram facilita a proximidade com os seguidores. Estes podem até ser embaixadores da sua marca, disseminando a sua mensagem e partilhando o seu conteúdo.

Estas são apenas algumas sugestões, mas há muitas possibilidades para interagir. A BarkBox é um exemplo a seguir!

Erro #7: Conteúdos demasiado promocionais

Há alguma coisa mais aborrecida do que marcas que publicam constantemente conteúdos promocionais nas redes sociais? Há tempo e espaço para este tipo de conteúdos, mas as marcas com sucesso no Instagram preferem:

• Publicar mensagens com impacto e relevância para os seus seguidores;

• Dar a conhecer a sua identidade e cultura empresarial;

• Partilhar fotos e vídeos de qualidade e apelativos;

• Interagir com a audiência.

Além disso, tal como o Facebook, o Instagram anunciou uma significativa descida no alcance orgânico de conteúdos promocionais. Por isso, faça como a Ben & Jerry’s e não se limite a publicar ofertas, descontos, saldos e oportunidades.

Já tem conta no Instagram? Deixe-nos um comentário a contar a sua experiência nesta ou noutras redes sociais. Certamente, terá algo a acrescentar ao que aqui dissemos!

Ainda não está convencido sobre a importância de estar presente no Instagram? Já tem conta, mas não sabe por onde começar a trabalhá-la? Tem dúvidas quanto à estratégia que definiu? Descarregue gratuitamente o nosso ebook O Futuro das Redes Sociais: Esqueça os Perfis e Foque-se nas Pessoas. Se preferir, contacte-nos. Estamos cá para o ajudar a crescer.

Como Devemos Anunciar na Rede Social Twitter?

O Twitter anunciou recentemente a abertura de contas para anúncios dirigidos a pequenas e médias empresas. Esta notícia abre novas possibilidades para conversões, geração de Leads, aquisições de clientes e ampliação de divulgação de marcas e produtos. Mas sabe como está a funcionar esta nova modalidade para ter resultados efetivos?

Blog: 7 Dicas essenciais para produzir os seus artigos!

Tem dificuldade em produzir artigos para o seu blog? Leia estas 7 dicas, saiba como criar posts cativantes e atraia cada vez mais leitores!

LinkedIn: Respondemos às 5 perguntas mais frequentes!

Conheça as respostas às 5 perguntas mais frequentes sobre páginas empresariais no LinkedIn, a rede social profissional por excelência.