Site Novo? Saiba Porque Deve Priorizar Boas Práticas SEO!

site

Site: está a pensar desenvolver um? Não caia no erro de não priorizar boas práticas SEO e só pensar numa estratégia depois do site estar concluído. Muitas vezes a urgência de ter um site ativo ou o desconhecimento da importância deste estar devidamente otimizado para mais facilmente se posicionar num motor de pesquisa, leva a que no momento em que se constrói um site não se priorize esta questão. Trata-se de um erro comum que nunca poderá ser devidamente corrigido e que terá inevitavelmente consequências:

  1. Trabalho redobrado.
  2. Resultados com menor alcance.
  3. Custos desnecessários ao nível do design e do código do site.
  4. Limitações estruturais.

É preciso ter a consciência de que para ter o maior número possível de visitas é crucial um bom posicionamento no Google. E para o conseguir, é fundamental boas práticas SEO. De nada vale ter o site mais bonito e intuitivo, com conteúdo de qualidade, se os utilizadores não o encontram. Para exemplificar, pense no melhor hotel rural do país, com toda a beleza e conforto possíveis, mas sem qualquer publicidade e localizado numa vila remota. Como o encontraria?

É importante ter um site devidamente planeado de raíz, quer em termos de conteúdo, quer de estrutura, respeitando critérios SEO para que mais facilmente atinja o objetivo pretendido por qualquer empresa: conseguir um maior nº de visitas e de visitantes satisfeitos.

 

8 Boas Práticas SEO Essenciais Para um Site Otimizado

 

1. Indexação

Para começar, o site da sua empresa deve ser de fácil leitura para que o Google compreenda o conteúdo e proceda à sua indexação. Grande parte do conteúdo das suas páginas deve ser texto, não imagens ou vídeos que, no entanto, devem ser utilizados para gerar tráfego.

 

2. Estrutura de links

Para evitar que, mais tarde, seja necessário verificar o conteúdo do seu site com o objetivo de inserir links internos e externos, faça-o desde o início, quando ainda está em produção. Os links internos permitem que o Google navegue pelo seu site e descubra novas páginas, os links externos, referências a outros sites, indicam que o seu conteúdo não é apenas uma compilação aleatória de informação. Resultado? Maior visibilidade e maior autoridade online.

 

3. URL’s

Para garantir uma leitura fácil por parte não só dos motores do Google, mas também dos utilizadores, a estrutura de URL’s deve ser consistente com o conteúdo, facilmente decifrável e deve incluir as palavras-chave corretas.

 

4. Design responsivo

Devido ao crescente número de visitas a partir de dispositivos móveis, atualmente o Google privilegia sites responsivos. Evite trabalho redobrado e invista numa estratégia de mobile SEO, optando por um design responsivo no momento de desenvolvimento do seu site. O objetivo é que o conteúdo do site seja o mesmo, página a página, e que esteja completamente adaptado quando visualizado a partir do computador ou de qualquer dispositivo móvel, smartphone, tablet, o que for.

Importa ter em atenção que a utilização dos dispositivos móveis cresce de ano para ano, pelo que a otimização do seu site a pensar na experiência destes utilizadores é indispensável.

 

5. Velocidade de carregamento do site

Por vezes, a urgência em finalizar os sites descura a rapidez no seu carregamento. É importante testar a performance do seu site já que os utilizadores abandonam rapidamente sites lentos, procurando alternativas.

 

6. Palavras-chave

As palavras-chave são essenciais em SEO que, por sua vez, é a estratégia central para conseguir visibilidade. Assim é crucial criar uma lista de palavras-chave desde o início do processo e utilizar as ferramentas certas para as testar. Além disso, ao analisar ao pormenor as suas palavras-chave terá conhecimento de conteúdo que os utilizadores procuram online e que o seu site poderá ainda não estar a responder. Poderá melhorar esse aspeto e, portanto, potenciar mais oportunidades para si e para a sua empresa.

Se o seu site tem uma estrutura e hierarquia bem definidas, será mais fácil encontrar palavras-chave incisivas e evitar que várias páginas estejam associadas a um mesmo termo.

 

7. HTML Title tag

Esta é a única tag que influencia a posição do seu site no Google, por isso é importante garantir que:

  1. A palavra-chave está no início;
  2. Deve ter entre 50 a 60 caracteres;
  3. As palavras-chave devem estar incluídas de forma natural e contextualizada;
  4. As title tags são consistentes e focadas no utilizador.

 

8. Meta descrição

A meta descrição não influencia o seu posicionamento no Google, mas incentiva, ou não, os cliques. É uma espécie de slogan publicitário que irá convencer os utilizadores a clicar no seu site, por isso deve ser incisiva, clara, consistente com o conteúdo do site e, claro, deve incluir a palavra-chave.

 

Estes são apenas alguns dos critérios SEO que consideramos importantes equacionar desde o primeiro momento do desenvolvimento de um site.  Não ter em conta a otimização SEO apenas vai gerar problemas. Aumenta os seus custos, tem o dobro do trabalho e, principalmente, adia os seus resultados.

Se já tem um site, gostávamos que partilhasse connosco a sua experiência sobre este assunto. Caso ainda não tenha desenvolvido um site para a sua empresa, estamos disponíveis para esclarecer as suas questões.

Sabemos que o SEO é uma estratégia complexa, por isso criamos uma check-list SEO para partilhar consigo. Clique no link ou na imagem e veja como o processo de otimização de um site se pode tornar mais fácil.