Palavras-Chave de Cauda Longa: Use-as e Atraia Pessoas Ao Seu Site!

palavras-chave

Palavras-chave são dos trunfos mais falados no que toca a boas práticas de SEO. Todos querem escolher as melhores palavras-chave, as que tragam mais resultados para o seu site, as que melhorem o posicionamento do mesmo, as que atraiam mais visitantes. Contudo, com a evolução e o aperfeiçoamento das técnicas de SEO, a definição das palavras-chave e a sua otimização passou a ser um trabalho de minúcia e astúcia, que exige muita dedicação. Nesta busca incessante pelas melhores palavras, há tato, jogo de cintura e muita estratégia. E neste longo caminho, as palavras-chave de cauda longa têm ganho destaque. Mas o que são estas palavras-chave? Porque são vantajosas? Isso é o que hoje vamos explicar.

 

O que são afinal palavras-chave de cauda longa?

Long tail keywords ou palavras-chave de cauda longa são geralmente formadas por três ou mais palavras, criando uma pequena frase que sugere o sentido mais estrito da pesquisa.

As palavras-chave genéricas e simplistas perdem peso e dá-se preferência a palavras-chave mais específicas e que estejam mais ligadas ao conteúdo que se pretende divulgar. No fundo, que representem o seu intuito.

 

Porquê apostar e trabalhar estas palavras-chave?

À primeira vista parece ser uma má ideia arriscar em palavras-chave de cauda longa já que são palavras com um volume menor de pesquisa e portanto atingem um número menor de pessoas à procura do seu produto ou serviço. Sendo certo que não são palavras tão usualmente pesquisadas pelos utilizadores, a verdade é que os níveis de concorrência são menores e é muito mais fácil e rápido obter bons resultados nas pesquisas. Se trabalhadas de forma correta, demonstram excelente potencial para alcançar melhores resultados com o seu conteúdo.

 

Nada como um bom exemplo para explicar

Vamos supor que tem um site que vende artigos desportivos para a prática de surf, relacionado com uma loja física que dispõe em Matosinhos. O seu grande objetivo seria aparecer na primeira página de resultados do Google, de forma orgânica ou nas primeiras posições, anunciando pelo Adwords. Desta forma, qualquer pessoa que procurasse artigos relacionados com o surf encontraria logo o seu site. Já aqui no blog explicamos a importância que tem a primeira página de resultados do Google e as primeiras posições nessa primeira página. Relembro dados que importa ter sempre presente: 80% dos utilizadores que pesquisam na internet ficam pela primeira página e 60% clicam nas 3 primeiras posições dos resultados orgânicos.  

Se escolhesse palavras-chave como “loja surf”, “prancha surf”, “surf” ou “pranchas surf”, como são palavras muito generalistas, a concorrência para estes termos é enorme e muito provavelmente ao pesquisarem no Google não encontrariam a sua página. No caso dos links patrocinados, seria desastroso porque a visualização e o clique custariam muito dinheiro e não resultariam necessariamente em compra, já que não houve qualquer segmentação do público-alvo.

Seria mais vantajoso para si, optar por palavras-chave de cauda longa que refletissem a vontade e os interesses do suposto surfista como por exemplo:

  • “prancha de surf nova”,
  • “onde comprar prancha de surf”,
  • “comprar prancha de surf”,
  • “preços de prancha de surf Matosinhos”
  • “prancha de surf usada”
  • “prancha de surf preços”
  • “prancha de surf iniciante”

Estas palavras possuíram uma média de pesquisas menor do que “prancha de surf”, por exemplo, mas em compensação aumentavam as possibilidades de compra dos surfistas porque os interesses estão direcionados de forma mais clara. O público-alvo estaria a ser direcionado para o conteúdo de um site que ia de encontro ao que procuravam. As palavras de cauda longa, ainda que com índices de pesquisa menores do que as de cabeça ou de cauda curta, possuem uma taxa de conversão maior, com uma concorrência menor.

 

Palavras-chave que encaminham no momento da pesquisa

Um aspeto interessante deste tipo de palavras-chave é a forma como direcionam as pessoas no momento da pesquisa. Usando o mesmo exemplo, consumidores que ainda não sabem bem o que querem, que andam a estudar o produto, que não estão preparados para o momento de compra, provavelmente usariam palavras mais ligadas à procura da informação quando pesquisassem como:

  • “como escolher uma prancha de surf”
  • “qual a melhor prancha de surf”
  • “qual a prancha certa”
  • “marca de prancha de surf”
  • “top 10 melhores pranchas de surf”
  • “tamanhos de prancha de surf”

Por outro lado, consumidores que sabem o que querem, que estão mais avançados na jornada de compra à partida usariam palavras mais relacionadas com a compra e venda com estes termos associados:

  • “comprar”
  • “alugar”
  • “desconto”
  • “encomenda”
  • “promoção”

 

5 Benefícios das palavras-chave de cauda longa

  1. Comunicação dirigida: ao apostar nestas palavras-chave no seu conteúdo, vai garantir um público mais direcionado, logo uma comunicação mais segmentada e dirigida às suas personas.
  2. Objetivo mais facilmente cumprido: Para quem pesquisa, quanto mais próximo do que pretende conseguir chegar, mais facilmente clica num link para o obter. Quem pesquisa encontra mais facilmente o que procura porque o conteúdo vai de encontro às suas expectativas.
  3. Melhor custo-benefício: Apesar de serem palavras-chave com menor volume de pesquisas dos que as short tails (palavras-chave formadas com uma a três palavras) e as head tails (palavras-chave de apenas uma palavra), regra geral, possuem cliques mais qualificados uma vez que existe um direcionamento na pesquisa. O ROI melhora já que as taxas de conversão são maiores. No caso de investimento em links patrocinados, há uma redução do custo da publicidade, uma vez que as palavras de cauda longa são menos clicadas do que as de cabeça, com a vantagem do clique ser certeiro.
  4. Menor rejeição: Ao apostar em palavras-chave de cauda longa, diminui a taxa de rejeição e atrai ao seu site os visitantes certos, com maior probabilidade de adquirirem o seu produto, que possivelmente irão retornar ou indicar o seu negócio a outras pessoas.
  5. Mais visitas ao seu site: Com uma taxa de rejeição menor, há uma melhor qualificação nas pesquisas do Google e, consequentemente, um aumento do número de visitas ao seu site.

 

Coloque mãos-à-obra com estas 5 dicas para usar palavras-chave de cauda longa

1. Faça uma boa pesquisa

Antes de investir nas palavras-chave mais relevantes para a sua empresa, é fundamental que pesquise quais os termos que são relevantes para o seu negócio. Pense no conteúdo do seu site, no seu objetivo e principalmente no público que quer alcançar, no fundo, as suas personas.

Apoie-se em boas ferramentas que o podem ajudar a perceber quais as expressões que as suas personas utilizam nas suas pesquisas e quais as melhores palavras a usar, como o keyword Planner do Adwords, o Keyword Tool e o Ubbersuggest.

2. Use sinónimos

Para definir as long tails tem que pensar como é que o seu consumidor faz a pesquisa e isso ajuda bastante. No entanto, muitas vezes a palavra que imagina ser a melhor, não é a utilizada pelo seu potencial cliente, que ao invés usa uma que é seu sinónimo. Então esta dica é simples: invista também em sinónimos. Pode criar várias versões de palavras-chave de cauda longa, trocando apenas algumas palavras que sejam sinónimos ou que conduzam a produtos ou serviços bem similares. Por exemplo: “sapatilhas/ténis”, “sandálias/calçado”, “emprego/trabalho”.

3. Coloque-se no lugar do seu potencial cliente ou consumidor

Pense no seu produto e esqueça que é o seu negócio. Imagine que perguntas ou palavras-chave escreveria no motor de pesquisa para encontrar esse produto. Faça esse exercício como se estivesse à procura de uma solução para o seu problema e fosse encontrar o seu site na página de resultados.

4. Bom senso no tamanho

O ideal é que as palavras de cauda longa não sejam tão pequenas como “assessoria” nem tão grandes como “quanto devo gastar em serviços de assessoria em 2016”. É recomendado o uso de pelo menos 4 palavras-chave ou que tenham entre 11 a 20 caracteres.

5. Conteúdo de qualidade

E agora parece que esta dica não está em nada relacionada com as palavras-chave de cauda longa mas desengane-se. De nada adianta fazer um grande trabalho de pesquisa de palavras-chave, de seleção dos melhores termos, direcionados para as suas personas, se o seu conteúdo não for de qualidade. De nada adianta tudo isso, se não tiver a preocupação clara de esclarecer e entregar informação rica a quem dela precisa e procura. O Google, a cada atualização do algoritmo, valoriza mais e mais a qualidade do conteúdo. Então conteúdo rico, original, de qualidade tem que ser sempre o seu maior foque. Se a isso juntar uma boa definição de palavras-chave tem uma equipa vencedora.

 

O uso correto das palavras-chave de cauda longa é fundamental para que o seu site receba visitantes mais qualificados e, consequentemente, obtenha os melhores resultados. O principal objetivo de usar as long tail keywords não é melhorar o posicionamento do seu site – embora seja uma consequência – mas sim ir de encontro ao que o seu público-alvo pesquisa, aos problemas que quer resolver, ao que procura e no que pensa quando o faz. Quando o conseguir, o seu site será a primeira opção e o seu objetivo foi cumprido. Seja ousado e vá mais além na pesquisa das suas palavras-chave. Confie e verá resultados! Conte sempre connosco para esclarecer qualquer dúvida que tenha e diga-nos o que pensa. Queremos ouvir a sua opinião!

 

A pesquisa de palavras-chave é apenas uma entre muitas boas práticas de SEO e como sabemos que não é fácil tê-las sempre presente, preparamos para si uma checklist mais completa para o ajudar neste trabalho, no dia-a-dia. Assim, nunca se vai esquecer de nada! Se não teve oportunidade de baixar a checklist no post da semana passada, pode fazê-lo agora, gratuitamente.  

 

Caso pretenda melhorar o marketing digital da sua empresa, oferecemos uma avaliação do mesmo, totalmente gratuita , sem qualquer compromisso, com dicas valiosas para que potencie os seus resultados. Aproveite a oportunidade! 

palavras-chave_3