Blog: Saiba Como Escrever e Preparar Um Post Em 8 Passos!

Blog

Blog, sabe como manter um? Que textos produzir e como os redigir? Escrever num blog pode parecer fácil mas existe toda uma ciência para produzir bons textos, quer em termos da qualidade de escrita e do seu conteúdo quer da sua otimização. Já aqui abordamos porque é tão importante para uma empresa ter um blog mas a grande dificuldade é consegui-lo com êxito, conseguir que seja um espaço que gere cada vez mais interesse, que sirva efetivamente para aumentar a sua credibilidade e para demonstrar o seu conhecimento e experiência, ao mesmo tempo que influencia positivamente o seu trabalho de SEO. Tal só é possível se existir um trabalho cuidadoso e minucioso na preparação de cada um dos posts que vão sendo publicados. Ter um blog não é desatar a mandar bitaites para a internet, quando se quer, como se quer, sem grande estruturação nem planeamento. Há um conjunto de boas práticas a ter em conta quando se produz um post, nada de muito complexo mas que quando adotadas conduzem a bons resultados. Produzir bom conteúdo exige método, disciplina e organização, para além do elementar: domínio excelente da língua portuguesa e capacidade de escrita. Não sabe por onde começar? Já tem um blog mas quer melhorar o seu trabalho? Siga os nossos conselhos e vai ver que não se arrepende! Criatividade e paciência, caneta na mão, se a escrita só flui assim mesmo ou computador ligado se não sofre do síndrome da página em branco e mãos-à-obra!

 

1. Comece pelo início: escolha o tema a abordar.

Há quem queira construir a casa pelo telhado e não é costume dar bom resultado portanto comece pelo início: defina o tema sobre o qual quer escrever.

É lógico que deve ser minimamente enquadrado com a sua área de negócio mas pode ser abrangente no pensamento. Usando um exemplo prático de uma marca de roupa que tenha um blog, os textos não têm que ser circunscritos à temática moda e a sugestões de outfits com peças da empresa, podem abordar assuntos ligados com estilos de vida e viagens, alimentação, cuidados com o corpo ou tudo o que esteja relacionado com beleza e make up. A perspetiva de um blog, não devendo distanciar-se da área generalista que lhe está associada e tendo sempre a preocupação dos temas escolhidos estarem relacionados com esta, deve ser o mais abrangente possível e deve procurar ter um cariz informativo e didático, ainda que comercial, de forma subtil.

Nem sempre é fácil ter ideias de temas mas há formas de procurar inspiração. Desde logo, importa pensar no público-alvo para quem está a escrever e quais serão as suas dúvidas, os seus problemas, no fundo as suas dores. Pensar que informação procurariam as suas personas para que a possam encontrar no seu blog. Pensar para quem se escreve, para quem nos lê e para quem ainda não o faz mas pode vir a fazer, é fundamental. Assim como pensar em que fase estará cada persona no funil de vendas e que informação será mais útil em cada uma delas. Por exemplo, quando alguém está indeciso entre comprar um smartphone ou um iphone a informação que pesquisa será muito diferente da pessoa que já decidiu que quer um iphone mas está indeciso entre diferentes modelos. São duas pessoas que estão em fases diferentes de momento de compra e que precisam de informações díspares. Este tipo de raciocínio deve ser o seu dia-a-dia na construção do seu blog e do tipo de publicação a fazer.

Ainda assim sabemos que nem sempre é fácil ter ideias e outra sugestão que lhe deixamos é analisar a concorrência, ou seja, analisar blogs de empresas da mesma área que a sua e estudar os assuntos abordados. Pode ser uma boa fonte de inspiração. Assim como esta dica que lhe deixamos também. Utilize o motor de pesquisa, como o Google, para colocar um problema de uma das personas do seu negócio e veja o que aparece. Usando o exemplo acima, escreveríamos “Iphone ou smartphone” no Google e aparecia logo textos publicados abordando diferentes perspetivas, “qual a diferença”, “qual o melhor”, “qual escolher”. São logo três sugestões de temas diferentes sobre o mesmo assunto.

Se há dias em que a inspiração é tirada a saca-rolhas, outros há em que flui naturalmente. Aproveite sempre que se lembrar de uma ideia para um post e aponte, esteja onde estiver. Este é o grande conselho que lhe podemos deixar, crie um documento só para isso, com sugestões de temas a abordar, sempre que tiver uma. Acredite que ter uma lista de possíveis temas, será o seu braço direito na produção de conteúdo e a sua boia-de-salvação quando não souber sobre o que escrever. Será também a garantia de regularidade e constância do seu blog e essa é uma questão primordial quando se tem um blog, como já lhe explicamos aqui.

 

2. Palavra-chave: a menina dos seus olhos

Definido o tema a abordar, o próximo passo é escolher a palavra-chave. A importância desta está intimamente ligada com a otimização do seu post ao nível de SEO. Tem que encontrar a melhor palavra-chave para o texto que está a escrever, quer ao nível do seu enquadramento, quer ao nível da sua pesquisa e concorrência. Simplificando, a palavra-chave escolhida tem que estar relacionada com o tema do post, ser uma possível palavra a pesquisar no Google por alguém que quer ler sobre o assunto que escreveu. Contudo, existem inúmeras palavras para o fazer e deve priorizar as que tiverem maior procura e uma concorrência preferencialmente baixa. Pode usar o Google Adwords, por exemplo, para fazer esse estudo e análise.

É certo que a seleção da melhor palavra-chave dá trabalho e exige tempo mas pode ter a certeza que a sua criteriosa escolha vai contribuir para uma melhoria da posição do seu site/blog no Google.

 

3. Deixe as palavras fluir e dê asas à imaginação!

Esta é a parte mais complexa, dar corpo a um texto, construir um post em função de um tema escolhido. Como o podemos ajudar? Seja exigente com a qualidade da escrita, escreva bem e com cuidado. Se tiver dúvidas numa palavra, consulte um dicionário. Escreva sem erros e de forma clara, simples e fluída. Pontue as frases, não deixe nada por acaso. Tendo isto presente, organize o que quer escrever. Tenha um início, meio e fim, como se costuma dizer. Estruture o pensamento em palavras, não divague sobre o assunto escolhido, foque-se no seu tema e escreva com sentido. Ninguém quer ler um texto extenso que não diz nada, que é vazio, que foi escrito para encher chouriços. Isso retira a credibilidade de um blog e é um cartão-de-visita para não voltar. Não escreva nada que não lhe encha as medidas. Tenha calma e pense bem no que está a escrever. No mínimo deve escrever um post com 300 palavras mas pode terminá-lo quando bem entender. Não fuja é do tema, não divague e explique bem o que quer dizer, fundamente e se puder, dê exemplos.

Uma grande preocupação que deve ter é a inclusão da palavra-chave no início do primeiro parágrafo do seu post, bem como ao longo do mesmo (aqui pode também usar sinónimos ou variações da palavra-chave). Esta é de novo uma dica de uma boa prática SEO para que se habitue a produzir conteúdo otimizado.

Nunca se esqueça de uma conclusão mesmo que seja um simples parágrafo de duas linhas e de uma palavra direta para quem o lê. Um blog deve ser um espaço de informação mas também de partilha e relacionamento. Depende de si o incentivo para que isso aconteça. Deve promover comentários e sugestões, mostrar disponibilidade para esclarecimentos e deve fazê-lo sempre que escrever um post. Afinal de contas, não está a escrever para si pois não?

 

4. Dar nome às coisas e um título a um post

Aconselhamos a deixar o título para o final porque muitas vezes quando se define um tema para um post e pensamos como o abordar, ao longo da sua escrita, acabamos por divergir num outro caminho. Não há problema nenhum. Não estamos a falar de divergir no tema. Um mesmo assunto pode ser abordado de múltiplas maneiras portanto permitimos à liberdade criativa do momento definir por onde se vai. A questão é que o título tem que ser representativo do conteúdo do post, não podemos iludir quem nos vai ler sobre o que vai encontrar. E por isso é que deixamos a definição do título para o fim, quando o conteúdo do post já está escrito. Tendo esta preocupação, temos que encontrar o melhor título que resuma o espírito da publicação e que não seja nem muito curto, nem muito extenso, no máximo 70 caracteres. Escusado será dizer que deve conter a palavra-chave, idealmente logo no início. Mais uma dica de boa prática de SEO! Uma sugestão: faça como nós, escreva várias possibilidades de título, ouça opiniões e escolha a que mais agradar a todos.

 

5. Escreva uma boa meta descrição

Esta preocupação parece desenquadrada e de facto poderia estar num texto sobre como otimizar um post antes de publicar, visto que se trata de uma das boas práticas de SEO. Contudo, inclui-a aqui porque acho um bom método enquadrar a escrita da meta-descrição como parte integrante da produção de um post. Desde logo porque importa que retrate muito bem e de forma muito sucinta o que pode ser lido no post e quanto mais fresco o seu conteúdo estiver na nossa memória, melhor. A grande preocupação é ter em conta o limite de caracteres, 156 e a inclusão obrigatória da palavra-chave.

 

6. Releia o que escreveu e faça ajustes finais

Reler nunca é demais até porque há erros que teimam em passar despercebidos. Leia, releia e volte a ler, se puder, peça a terceiros que o façam. Faça correções e seja exímia no português. O pior que pode acontecer é um texto pessimamente mal escrito mas cheio de conteúdo. Vale zero. Ninguém vai ler até ao fim. Ler textos mal escritos cansa e dá trabalho. Ninguém quer. Há muitos sítios onde procurar informação na internet. Quanto aos restantes ajustes finais, é pano para mangas para outro texto mas não podíamos deixar de lhe dizer que deve fazer uma verificação do seu post ao nível de SEO. Depois da preocupação sobre como conceber um post, que no fundo é o tema deste artigo, antes de publicá-lo deve centrar-se na sua otimização. Há um conjunto de boas práticas que deve executar para que o seu post fique no ponto, em matéria de SEO e, para que não lhe falhe nada, há uma série de sites que o ajudam a fazer essa análise.

 

7. Ilustre o seu post

Para nós, produzir um post é muito mais do que despejar palavras, é ter em atenção todos os seus aspetos por isso tínhamos que referir aqui, ainda que de forma sucinta, a necessidade de incluir imagens ou fotos no seu artigo. Só tem a ganhar com isso. No mínimo, deve ter uma imagem associada ao post e diretamente relacionada com ele. Vamos a um exemplo estapafúrdio para que não restem dúvidas: não escreva sobre alimentação saudável e coloque a imagem de um carro. Seja seletivo na forma como ilustra o seu post e cuidadoso no que toca à qualidade da imagem. Tenha brio, um blog é como uma segunda casa.

 

8. Não se esqueça do óbvio: obrigatório um CTA!

Sempre que produzimos um post, há um objetivo, sejamos claros, não estamos a escrever para aquecer. Escrevemos porque entendemos que numa estratégia de marketing, assente em conteúdo, ter um blog é fundamental como forma de relacionamento com clientes e futuros clientes, como forma de credibilizar a empresa, aumentar a visibilidade e consequentemente aumentar vendas. Como há um objetivo, cada post que escrevemos tem que refletir isso e deve incluir, pelo menos, um CTA que induza alguém a fazer alguma ação. Quanto mais relacionado estiver com o tema do post, melhor. Se a sua empresa tem um blog e nunca usou CTA’s que redirecionavam para landing pages, é melhor parar e repensar tudo de novo.

 

Com estes 8 passos, escrever um post vai torna-se automático para si. No início precisará de mais tempo mas com o hábito, acredite, vai rolar com naturalidade. Com tudo isto bem presente, o seu trabalho vai estar facilitado. Não arranje desculpas e comece já amanhã a produzir conteúdo rico, interessante e de valor para o blog da sua empresa. Alimentar o seu blog deve ser encarado como uma tarefa obrigatória e a médio prazo verá resultados da sua constância de publicação. Aposte em qualidade, produza boa informação, construa credibilidade, seja uma referência na área. Conte sempre connosco para esclarecer qualquer dúvida que tenha e diga-nos o que pensa. Queremos ouvir a sua opinião!

Caso pretenda melhorar o marketing digital da sua empresa, oferecemos uma avaliação do mesmo, totalmente gratuita, sem qualquer compromisso, com dicas valiosas para que potencie os seus resultados. Aproveite a oportunidade! 

blog_4