Conheça a Equipa: Automação e Atribuição de Marketing!

post_image1.jpg

A automação e a atribuição de marketing têm andado de costas voltadas como de inimigas se tratassem! Reza a lenda que a atribuição de marketing é o mesmo que a automação de marketing ou que é um excelente substituto, podendo alcançar os mesmos objetivos. Enfim, um dos mitos mais notáveis de sempre.

Em verdade, a atribuição nunca teve em mente substituir a automação de marketing e, em cooperação, são capazes de criar excelentes campanhas de marketing.

Mas vamos por partes!

O que é mesmo a Automação de Marketing?

Já lhe demos 3 razões para adotar a automação de marketing e explicamos em que efetivamente consiste mas relembremos.

A automação de marketing é um software, um serviço que permite fazer campanhas de marketing mais amigáveis para os marketers em prol de uma melhor gestão das relações com as suas leads.

Provavelmente alguém subscreveu a nossa newsletter ou fez download de um e-book. Não significa que pretende negociar connosco, mas é muito provável que seja a audiência que pretendemos. A automação de marketing permite ao marketer ser proactivo com novas leads em oposição a uma postura inerte na esperança que os esforços de marketing se alinhem com as suas necessidades. A informação que providencia é tão pertinente que permite tratar cada lead individualmente.

Desde enviar emails, CTA’s e formulários automatizados à publicação de uma miríade de conteúdo, a automação de marketing torna a implementação e gestão da experiência digital muito mais fácil!

E a Atribuição de Marketing?

Bem, estamos perante um processo usado para controlar, reportar e entender com precisão a eficácia das estratégias de marketing, incluindo tanto campanhas e publicidade que abranja todos os sistemas e processos de marketing (assim como conferências e outros eventos offline). A atribuição acompanha o prospect através da geração de leads, da criação de oportunidade e da proximidade com o cliente.

Então, porque é que preciso de ambos?

Vamos então simplificar as coisas e enumerar excelentes motivos para se tornarem bons aliados.

A atribuição ajuda os marketers a fazer as melhores tomadas de decisão possíveis, pois revela quais as atividades em particular que geraram receitas no passado. Automatizar uma estratégia ineficaz não torna más decisões em boas

Quando se pretende discutir decisões de marketing para futuras estratégias e campanhas, deve-se consultar, em primeiro lugar, os dados da atribuição para sermos informados das iniciativas que utilizamos para o nosso software de automação implementar.

Os dados da atribuição são ativos extremamente importantes para os marketers pois afetam as suas escolhas quando trabalham com propostas de palavras-chave, temas de campanhas, títulos de artigos, formatos dos CTA’s, landing pages, design do email, webinares, conferencias e muito mais, Os marketers fazem isso tudo com base nos seus programas de automação de marketing, contudo é a atribuição que permite ao marketer tomar decisões com impacto positivo.

Exatamente como funciona a atribuição?

A atribuição de marketing conecta-se ao website, às campanhas e ao CRM via Integração API. A Integração API é um termo técnico que significa que todos os dados gerados através do website e das campanhas podem ser alinhados com a informação do CRM.

Cada lead tem uma história, um ponto de contacto, uma origem. O seu primeiro contacto é sinal da sua exposição para com os esforços de marketing da organização. Sem a atribuição, não existe informação sobre que sequência de exposições de marketing conduziram determinada pessoa para a lista de leads.

Os dados da atribuição criam harmonias entre o passado e conectam os dados de tracking de campanhas e do website em prol de contar a história de marketing de uma determinada lead. Mostra ao marketer quais foram os canais, as palavras-chave, as campanhas, o conteúdo ou os posts que o prospect viu e clicou tornando-o numa lead.

Mas atribuição não são só histórias. Também é possível acompanhar a subsequente jornada da lead no funil. Quando uma lead se transforma numa oportunidade e, eventualmente, acaba em cliente, as receitas que se geram são atribuídas a cada ponto de contacto ao longo da jornada do cliente pelo funil de vendas e de marketing.

Concluindo

O marketer precisa de ambos os sistemas. A automação e atribuição de marketing, cada um tem o seu lugar e função no marketing. Ambos ganham pois sempre jogaram na mesma equipa.

Se gostou deste post, teremos muito gosto em aprofundar o tema consigo, sem qualquer compromisso comercial, sinta-se à vontade e clique aqui:

E você o que acha? Será que o conteúdo deste artigo gerou mais valor para o seu Marketing Digital? Deixe a sua opinião nos comentários em baixo.

Untitled-1pic1.png

Autor: Sónia Coelho

Consultora Júnior de Inbound Marketing