4 Dicas Para Formar Uma Parceria Produtiva Entre Marketing e Vendas!

marketing-vendas

No passado, Marketing e Vendas cruzavam-se só de passagem. Interagiam em sessões de planeamento, em reuniões anuais ou talvez num evento. Para além destes encontros, operavam de forma independente.

Isto fazia sentido quando a jornada de compra começava e acabava no departamento de vendas. Hoje em dia, já não é o caso. As estruturas corporativas estão a mudar, a tecnologia a evoluir e os hábitos do consumidor mudaram drasticamente.

O percurso de um consumidor B2B até à conversão agora passa diretamente pelo departamento de marketing e, em resultado disso, os marketers estão muito mais envolvidos com o ciclo de vida de um consumidor. Antigamente os marketers passavam a maior parte do seu tempo e dinheiro em campanhas de criação de notoriedade mas atualmente as empresas modernas também se focam no desenvolvimento e envolvimento do consumidor ao longo do ciclo de compra.

Com estas responsabilidades acrescidas surge a pressão de aumentar o envolvimento online, a transmissão de perspetivas através do marketing de conteúdos e o fornecimento de leads qualificadas. E, para criar uma experiência ao consumidor sem falhas, tornou-se altamente benéfico para os marketers colaborar com os seus homólogos no departamento de vendas.

Formar uma aliança com o departamento de vendas garante que o trajeto do consumidor moderno permaneça o mais eficiente e eficaz possível.

Juntar as equipas de marketing e de vendas nem sempre é uma tarefa fácil. No entanto, aderir a um relacionamento tradicional pode comprometer a capacidade de crescimento de receitas da empresa.

Aqui estão 4 dicas para ajudar os marketers a colaborar com as vendas da forma mais fácil e vantajosa possível:

 

1.       Meça! As equipas de vendas são responsáveis por objetivos específicos. O Marketing tem de comunicar na mesma linguagem que a equipa de vendas para ser credível. Mesmo que o caminho para a receita seja através da força de vendas, desafie-se para mostrar resultados ligados às vendas.

 

2.       Vá direto ao assunto! Empregados modernos recebem e enviam mais de 100 emails por dia e, para a equipa de vendas, esse número é provavelmente maior. O foco da colaboração tem de ser no próprio negócio, não só no marketing. A equipa de vendas tem de ver como é que as estratégias e os programas se transformam em resultados tangíveis para o negócio.

 

3.       Evite chavões! Termos como “taxas de conversão”, “taxas de clique” e “métricas de envolvimento” são úteis para os marketers mas para as equipas de vendas nem por isso. Usar chavões de marketing pode resultar mais em aborrecimento do que em compreensão. Os marketers são peritos em criar mensagens para um público específico. Considere a equipa de vendas como um público-alvo e transforme as suas perspetivas em termos mais claros que ilustrem o motivo da sua importância.

 

4.       Adicione alguma personalidade! Seja o departamento que toda a gente ouve falar. Estas reuniões não devem ser espaços para sermões aborrecidos. Pelo contrário, são uma oportunidade para clarificar informação, para mostrar como é relevante para a equipa de vendas e para se relacionar com o departamento. 


Caso pretenda, aprofundar mais esta temática, oferecemos sem compromisso a possibilidade de avaliar o seu Marketing Digital atual, oferecendo dicas valiosas para potenciar mais resultados com a metodologia de Inbound Marketing.