14 Conceitos de Inbound Marketing a Ter em Conta!

inbound-marketing

O Inbound Marketing (basicamente tudo o que está relacionado com marketing online), por norma, tem sempre uma data de conceitos, muitas vezes estranhos ou desconhecidos para a maioria. São palavras novas e é preciso compreendê-las para facilitar a compreensão de novas abordagens na implementação de estratégias de marketing minimamente diferenciadoras.

Fartámo-nos de lançar conteúdos com essas palavras novas, de modo que, para o ajudar, decidimos criar uma espécie de glossário para compreender melhor os vários aspetos que compõem o Inbound Marketing.

Assim, sem mais alongamentos, estas são as palavras que irão ajuda-lo a compreender de forma mais ampla o Inbound Marketing.

 

1.       Marketing de Interrupção

É assim que nos referimos aos métodos tradicionais de marketing, que envolvem a interrupção da rotina do prospect com recurso a publicidade, promoções e vendas contínuas. Basicamente considera-se tudo aquilo que interfira no dia de um prospect de uma forma “intrusiva”. Também é conhecido por Outbound Marketing e por ser pouco eficaz hoje em dia.

 

2.       Marketing de Atração

Bem-vindo ao novo padrão para o marketing online! Longe vão os dias de tentar convencer os consumidores a confiar na sua empresa e no produto/serviço que vende. Os esforços do marketing online estão centrados na atração de leads com qualidade através de conteúdos gratuitos, relevantes e de valor, que respondam às questões que procuram. Desta forma, constrói-se confiança através da demonstração de “autoridade” e de valor de uma forma menos intrusiva, tornando-se um fator atrativo para os consumidores quando considerarem com quem vão trabalhar ou onde comprar um determinado produto/serviço.

 

3.       Buyer Persona (Persona Compradora) 

A tradução do termo não é a mais apelativa, sabemos disso! Contudo, é preciso atribuir rostos à grande audiência e perceber que tipo de pessoas está a tentar efetivamente alcançar. Uma "buyer persona" é uma representação generalizada do seu cliente ideal. São a base para todos os esforços de marketing, a orientação para o tipo de conteúdo que deve criar, onde o deve promover e como o deve projetar no site da empresa (e muito mais). Assim, compreender as "buyer personas" é o primeiro passo a concretizar na aplicação de estratégias de Inbound Marketing.

 

4.       Lead

Qualquer pessoa que tenha demonstrado interesse no seu negócio é considerada uma vantagem. Em troca de algo com valor, forneceram-lhe informação de contacto, indicando assim interesse pela empresa. Adquirir leads qualificadas é um dos objetivos principais de uma campanha de inbound bem sucedida, pois provavelmente as pessoas interessadas nos conteúdos que disponibiliza, também estão interessadas nos produtos/serviços que tem para vender.

 

5.       Momento da Descoberta

Este é o momento em que o inbound encontra o prospect exatamente onde ele está. É o espaço e tempo onde o prospect fica ciente da sua empresa pela primeira vez. Pretende-se que um estranho o encontre mesmo quando não sabe que estava à sua procura. Em última análise, este momento surge através da procura de formas de servir os seus clientes ideais. Normalmente surge através de ações de otimização de palavras-chave, da criação de conteúdo específico e segmentado, que responda a questões específicas e segmentadas, entre outras.

 

6.       Palavras-chave

Estas são termos de pesquisa que tanto são relevantes para a sua empresa (nomeadamente para o website e para os produtos/serviços) como também refletem o que o consumidor procura.

 

7.       Marketing e Funil de Vendas

Também conhecido por funil de compra, outras vezes por funil de conversão ou por funil de clientes, é a forma como os marketers ilustram a jornada de compra e o processo desde o primeiro encontro à última compra. Os estágios do funil incluem:

 

8.       Contacto: Termo genérico para qualquer pessoa que se encontre no funil, independentemente do estágio;

9.       Prospect: Pessoas sobre as quais temos, pelo menos, o mínimo de informação.

Lead: São contatos que submeteram um formulário em troca de conteúdo de valor (a definição mais detalhada, já foi referida no ponto 4).

10.       MQL (Marketing Qualified Lead): São contatos que se identificaram com maior interesse e estão preparados para venda.

11.       SQL (Sales Qualified Lead): São MQLs que a equipa de vendas determinou como merecedores de acompanhamento direto.

12.       Oportunidade: São SQLs que o representante de vendas contatou e marcou como potencial e legítimo cliente.

13.       Cliente: VITORIA!!! Nada mais a acrescentar!

 

14.       Embaixador

O processo de venda não termina quando alguém efetua uma compra. Os melhores advogados da sua empresa são aqueles que foram bem servidos por si, por isso não se esqueça deles! Relacione-se com antigos clientes através de conteúdos segmentados de questionários e de nutrição dinâmica, tornando-os promotores do seu negócio. 


Caso pretenda, aprofundar mais esta temática, oferecemos sem compromisso a possibilidade de avaliar o seu Marketing Digital atual, oferecendo dicas valiosas para potenciar mais resultados com a metodologia de Inbound Marketing.


sonia-coelho

Autor: Sónia Coelho

Consultora Júnior de Inbound Marketing